Câmara de Santana apoia a campanha Setembro Amarelo

Publicado em 16/09/2021

Câmara de Santana apoia a campanha Setembro Amarelo

A Câmara de Santana de Parnaíba apoia a campanha anual “Setembro Amarelo” para a prevenção do suicídio que ocorre no Brasil desde 2014 através da parceria da Associação Brasileira de Psiquiatria (ABP) e do Conselho Federal de Medicina (CFM), ganhando adesão de outras entidades e órgãos públicos ao longo dos anos. Na edição deste ano, o tema é "agir salva vidas".

Em Santana de Parnaíba, foi sancionada a Lei nº 3.667/2017, por meio do Projeto de Lei nº 107/2017, de autoria do vereador vice-presidente da Câmara Municipal, Vicentão (MDB), instituindo a “Semana de Valorização da Vida e Prevenção ao Suicídio” a ser realizada, anualmente, na semana de 10 de setembro, no Dia Mundial de Prevenção ao Suicídio, que visa despertar a sociedade para a questão do suicídio como um problema de saúde pública.

Como ajudar

No Brasil, 32 pessoas dão fim à própria vida todos os dias. O número corresponde a uma morte a cada 45 minutos.

A maioria dos suicídios está relacionada a distúrbios mentais, como depressão e transtorno bipolar. Segundo especialistas, é preciso ficar atento às mudanças de comportamento, perda de interesse por atividades de que gostava, descuido com aparência, piora do desempenho na escola ou no trabalho, alterações no sono e no apetite, frases como “preferia estar morto” ou “quero desaparecer” que podem indicar necessidade de ajuda.

O indicado é que familiares e amigos se aproximem da pessoa que demonstra sofrer ou apresenta mudanças acentuadas e bruscas do comportamento, além de estar disposto a ouvir. E se não se sentir capaz de lidar com o problema apresentado, a recomendação é acompanhar a pessoa a um médico especialista .

Na rede pública, a indicação é procurar os Centros de Apoio Psicossocial (CAPS) que oferecem auxílio em horários comerciais. E o Centro de Valorização da Vida (CVV), faz um apoio emocional e preventivo do suicídio pelo telefone 188 que é gratuito e funciona 24 horas. Já o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) atende pelo telefone 192, e o Corpo de Bombeiros, pelo 193, que devem ser acionados quando ocorrerem casos de tentativas de suicídio.

Outro fator importante a ser lembrado é que, caso a pessoa precise fazer uso de algum medicamento, ele não tem efeito imediato. Por esse motivo, a atenção deve ser redobrada nos primeiros 30 dias após uma tentativa de suicídio e no início do tratamento.

De acordo com os médicos, o melhor é que a pessoa seja encaminhada a um psiquiatra, medicada, tenha acompanhamento de um terapeuta e o apoio da família.

Fontes: Agência Brasil e Associação Brasileira de Psiquiatria

Texto: Alessandra Neves


Camara de Santana de Parnaíba


Rua Porto Rico, 231 - Jardim São Luís - Santana de Parnaíba
São Paulo - CEP 06502-355
Telefone: +55 11 4154-8600

O atendimento ao público é realizado de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h.