Apresentado relatório preliminar do processo de cassação de parlamentar parnaibano

Publicado em 21/03/2017

Na 6ª Sessão Ordinária da Câmara Municipal de Santana de Parnaíba, ocorrida nesta terça-feira, 21, foi apresentado, pela Comissão processante, o relatório preliminar do processo de Cassação do vereador Dr. Rogério, denunciado pela munícipe Cátia de Paula Cristiani, sob a alegação de que o parlamentar teria viajado de férias para o litoral paulista utilizando-se de veículo de uso exclusivo da Câmara Municipal, o que não é permitido por Lei. Conforme relatório preliminar, a Comissão Processante, composta pela presidente vereadora Sabrina Colela, pelo relator vereador Ronaldo Santos e pelo membro vereador Angelo da Silva, que analisaram as justificativas do vereador Dr. Rogério e indeferiram todos argumentos utilizados com a finalidade de arquivamento do processo, porém ficou definido um novo período para a defesa, antes do clivo definitivo do Plenário da Câmara. Ainda nesta sessão, foram apresentadas três Moções de Aplausos, a de nº 08/2017, apresentada pelo vereador Adalto Pessoa, ao empresário Francisco Gutenhilton Cavalvanti, em reconhecimento a sua trajetória de vida; a nº 010/2017, de autoria do vereador Nilson Martins, em reconhecimento aos serviços do Canil da Guarda Municipal, em especial ao desempenho e aposentadoria de dois cães farejadores do efetivo desta corporação e por último a nº 012/2017, de autoria do vereador Pastor Ebenezé, em homenagem ao Pastor da Igreja Assembleia de Deus, Ministério do Belém – Setor 58, João Honorato da Silva, por sua dedicação e seriedade no exercício pastoral. Também foram votados e aprovados três Projetos de Lei: o PL nº 10/2017, de autoria do vereador Angelo da Silva, que dispõe sobre a necessidade de banheiros químicos adaptados aos portadores com necessidades especiais nos eventos realizados no município de Santana de Parnaíba; o PL nº 22/2017, de autoria da vereadora Sabrina Colela, que se refere às normas administrativas para a aprovação de projetos de construção, instalações, reconstruções, reformas ou demolição de obra e para concluir, o PL nº44/2017, do vereador Pastor Ebenezé, que dispõe sobre a denominação de logradouro público, designado por Rua José Rosa de Oliveira, no bairro Chácara Solar setor 2.