Vereadores de Santana de Parnaíba criticam Sabesp

Publicado em 23/04/2014

Nesta terça-feira, 22 de abril, data em que se comemora o Dia da Terra, a 10ª Sessão Ordinária da Câmara Municipal de Santana de Parnaíba não teve projetos de Lei na ordem do dia para votação, porém foram aprovados 136 indicações, 2 Moções de Aplausos e 32 requerimentos, sendo quatro destes de pesar, em memória de cidadãos parnaibanos falecidos no decorrer da semana. Além das proposituras, foi realizada a leitura dos projetos de Lei elaborados pelos parlamentares e que serão encaminhados à Procuradoria Jurídica e às Comissões Permanentes da Casa de leis para exararem seus pareceres, dentre eles, chamou atenção o PL 064/2014, de autoria do vereador Ronaldo Santos, que busca soluções e alternativas para a prevenção do desperdício de água no Município, tema que despertou a manifestação de alguns dos vereadores, entre eles o presidente da Câmara, vereador Nequinho Desanti, que criticou abertamente a postura e o péssimo serviço prestado pela empresa Sabesp. Segundo ele a Sabesp comete um verdadeiro crime com o cidadão, quando cobram por serviços que não realizam e ainda disse: “A Sabesp cobra duas vezes pela água que recebe da Natureza. Cobra um valor da água que entrega, e o mesmo pelo esgoto que sai, que deveria ser tratado e devolvido à natureza, coisa que ela não o faz, contaminando nossos mananciais e provocando uma escassez ainda maior de água. Com isso, busca subterfúgios para penalizar o consumidor, ainda mais, pelos seus péssimos serviços”, desabafou Nequinho.